segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010


SERÁ QUE ESTAMOS SOZINHOS?


A Terra é o terceiro planeta do Sistema Solar, situado na Via Láctea, galáxia constituída por cerca de 400 bilhões de estrelas. Abrigo de milhões de espécies de seres vivos, que incluem os humanos, a Terra ainda é o único lugar no universo onde a existência de vida é conhecida. O planeta formou-se 4,54 bilhões de anos atrás e as primeiras evidências de vida surgiram um bilhão de anos depois. Desde então, a biosfera terrestre alterou significativamente a atmosfera do planeta, permitindo a proliferação de organismos aeróbicos, bem como a formação da camada de ozônio que, em conjunto com o campo magnético terrestre, absorve ondas do espectro eletromagnético, permitindo a vida, em todas as suas manifestações. As propriedades físicas do planeta, bem como sua história geológica e sua órbita, permitiram que a vida persistisse durante este período. Acredita-se que a Terra poderá suportar vida por outros 1,5 bilhão de anos. Após este período, o calor do Sol terá aumentado, tornando inviável qualquer forma de vida aqui.

Data de tempos imemoriais a curiosidade do homem acerca da existência de vida extraterrestre. Gravuras rupestres desenhadas nas cavernas habitadas por nossos antepassados já mostravam a indagação, pois grafitavam nas paredes estranhas figuras, diferentes da humana anatomia. Comenta-se à larga que obras gigantescas construídas por antigas civilizações egípcias, maias, aztecas e incas cujo engenho e execução não é explicável nem pela moderna engenharia, teriam a parceria de civilizações de outros horizontes que não a Terra. Porém, o que falta é comprovação.

Há farto material sobre o assunto, que é fascinante e, por isso mesmo, objeto de muitos livros, filme e séries. Erich Von Däniken foi um dos primeiros a explorar a questão em seu célebre Eram os Deuses astronautas? Quem não assistiu Guerra dos Mundos, Contatos Imediatos do 3º Grau, ET - O Extraterrestre, Guerra nas Estrelas, Taken, o novíssimo Avatar e outras tantas produções que tematizam a existência de vida extraterrestre, a invasão da Terra, o contato com os estranhos e assustadores seres e seus maravilhosos artefatos voadores, conhecidos como OVNI’s!

É certo que a ciência se ocupa em estudar e rastrear a possível existência de vida fora da Terra, analisando sinais do espaço em busca de emissões de ondas sonoras feitas por seres inteligentes, mas tudo o que conseguiram captar até hoje foi estática. Porém, notícias recentes revelam que as chances de se descobrir vida fora da Terra são maiores do que nunca, anuncia Martin Rees, o principal astrônomo britânico e presidente da Royal Society, a academia de ciências da Grã-Bretanha, que está organizando.uma conferência com pesquisadores de várias partes do mundo para discutir as perspectivas de se encontrar formas de vida extraterrestres. Uma descoberta como essa poderia representar um momento de mudança para a humanidade, alterando nossa visão de nós mesmos e de nosso lugar no cosmos.

Para Rees, o avanço tecnológico torna maior do que nunca a possibilidade de que essa busca se mostre frutífera e, pela primeira vez, possamos ter a esperança realista de detectar planetas não maiores do que a Terra orbitando outras estrelas, saber se eles têm continentes e oceanos, descobrir que tipo de atmosfera possuem. Apesar de ser um longo passo para sermos capazes de descobrir qualquer forma de vida nesses planetas, é um avanço importante a obtenção de algum tipo de imagem comprobatória. O envio ao espaço de telescópios capazes de detectar planetas semelhantes à Terra no entorno de estrelas distantes agora torna possível concentrar mais os esforços de busca.

Se encontrarmos vida, mesmo a forma mais simples de vida, fora da Terra, essa seria, claramente, uma das maiores descobertas do século 21. E o astrônomo inglês conclui: “Desconfio que pode haver vida e inteligência lá fora em formas que não podemos imaginar. E poderia, claro, haver formas de inteligência aquém da capacidade humana, mais avançada do que somos avançados em relação a um chimpanzé.”

Pessoalmente, nunca tive qualquer tipo de experiência que comprovasse a existência de seres extraterrestres ou avistei seus pretensos artefatos voadores, mas ouvi, certa vez, o relato surpreendente de uma colega de colégio e, por tratar-se de pessoa séria e equilibrada, não tive motivos para duvidar. Contou-me ela que, uma noite, estava viajando numa camionete, com o seu primo e a esposa, de Santiago para Itaqui. Estrada deserta, noite escura. Em certo momento, olhou no retrovisor e percebeu que alguma coisa se movimentava atrás do veículo. Parecia um contêiner e não fazia qualquer ruído, tampouco era iluminado por luz. Avistava apenas os vagos contornos. Ficou paralisada de medo. Alguns minutos depois, foi capaz de falar e contou ao primo o que vira. Ele olhou e confirmou a sua impressão, bastante assustado. Movido pela sensatez, continuou normalmente o percurso, seguido pelo estranho artefato que, segundo ela, às vezes, desaparecia, voltando, em seguida. Não houve contato, nem ruído ou abordagem. Algum tempo depois, o objeto sumiu, evaporou-se...e eles chegaram ao seu destino, sem saber o que e quem os tinha seguido...

Pela lei das probabilidades acredito que possa haver vida inteligente fora dos limites da Terra. E vocês, já tiveram alguma experiência que os levasse a acreditarem que é possível?

Ou será que estamos condenados à solidão eterna nesse universo sem confins?
..........................................................................................................
*Nivia Andres é jornalista e licenciada em Letras. Suas opiniões e vivências estão no blog Interface Ativa! Acesse: http://niviaandres.blogspot.com/
…………………………………………………………………….........

35 comentários:

  1. Olá, amigos e amigas!

    Ufa! Enfim, consegui! Desde sábado gostaria de ter publicado este artigo, mas não foi possível dadas as péssimas condições dos serviços de internet. Ontem tentei várias vezes e não consegui. Hoje, desde cedo tento postá-lo e só agora, após o meio-dia, foi me possível concluir a publicação, por causa da lentidão da net. As imagens recusavam-se a serem salvas. Será tudo isso fruto de alguma interferência extraterrestre?

    Pois bem, creio que não há pessoa neste mundo que não tenha alguma curiosidade a respeito da existência de vida fora dos limites do planeta Terra. Desde os tempor primeiros da civilização há registros dessas indagações.

    Nunca vi nem ouvi nada. Apenas tenho o registro do relato de uma amiga. Isso foi há muitos anos e ficou na lembrança...

    Como sou curiosa, leio a respeito, é claro e já assisti filmes e séries que discutem o assunto.

    E vocês? Alguém tem registro de experiência nesse sentido?

    Avante, vamos participar!

    ResponderExcluir
  2. Olá Nivia e amigos (as) deste blog...
    A luta da Nivia, que está tentando postar essa matéria desde o último final de semana, só conseguindo hoje, segunda-feira, mostra os problemas que encontramos vez em quando para manter esse espaço sempre atualizado. Mas os esforços valeram, minha querida amiga. O assunto que você aborda é polêmico e, diria, palpitante. É possivel que, entre os participantes desse blog, muitos tenham experências extraterrestres para contar.

    Não tenho nenhuma, mas já ouvi muitas de amigos, uma delas de um casal adventista, o Senhor Manoel e a Dona Maria, casados há mais de 40 anos com filhos e netos. O senhor Manoel é falecido, moravam em Franca. O casal, quando eu estava na cidade de Franca em visita a familiares, na sala de estar dos meus pais, contou o ocorrido com eles, quando viajavam de carro de Franca para Marília. E terminaram trêmulos e chorando.

    De acordo com o relato desse casal, eram mais de 18 horas de um dia de semana no começo dos anos 80 e escurecia, quando observaram que um objeto voador se aproximava do carro em que viajavam. Luzes e cores nunca antes vistas pelo casal e um zunido que feria seus tímpanos. O carro em que estavam, contava "sêo" Manoel, um fusca, parou de funcionar. O objeto voador desceu ao lado do veículo, numa pequena lagoa e, mesmo apavorados, "sêo" Manoel e dona Maria viram quando a água do lago era sugada para o interior do objeto em forma de disco, numa velocidade espantosa.

    Não tinham nenhuma máquina fotográfica, mas contaram que se tivessem, com certeza nem pensariam em tirar uma foto, tamanho o pavor em que se encontravam frente aquela máquina maravilhosa e colorida que nunca pensavam que pudesse existir. Foram poucos segundos, contou o casal, tempo suficiente para que observassem inúmeras janelas cercando o disco, cada uma de uma cor. Logo a máquina subiu, deixando a lagôa quase seca, fez algumas embaixadas no ar, jogando luzes para todos os lados e desapareceu.

    Ainda muito assustado, "sêo" Manoel ligou a chave do carro e conseguiu sair dali. Chegaram trêmulos e assustados na casa do filho, em Marília e contaram o ocorrido para ele. Essa mesma história o casal contou depois em algumas igrejas adventistas e para várias revistas e jornais. Sempre que o faziam, choravam.

    Ouvi muitas outras, uma delas não tenho autorização pra contar. Escutei de um amigo jornalista de Santo André e é de arrepiar. Esse amigo jornalista me pediu que não contasse a ninguém para que seu relato não se transformasse em chacotas de amigos. Tenho minha opinião formada. Eu acredito piamente que existe vida inteligente em outros planetas! Seria muita pretensão nossa, moradores de um minúsculo planeta desse Universo, julgar que só aqui existe vida inteligente!

    Abraços Nivia, ainda volto, tenho mais relatos a fazer sobre o assunto...

    Edward de Souza

    ResponderExcluir
  3. Ôi Nivia, eu acredito que não estamos sozinhos. Com certeza existem várias fraudes, mas, também, muitas das imagens publicadas em jornais e revistas são verdadeiras. E os relatos de pilotos de aviões? Muitos foram até afastados, um deles da antiga VASP, que contou que por mais de 3 minutos viajou ao lado de um OVNI.
    Olha Nivia, a NASA esconde muita coisa de nós, certamente com receio de apavorar o mundo com o que sabem sobre extraterrestres. Oportuno e inteligente seu texto desta segunda-feira, gostei muito!

    Bjos,

    Larissa - Metodista - SBC

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito que não estamos sozinhos nesse universo, afinal o espaço é muito maior do que imaginamos, e é claro que não existe só a nossa galáxia, tem milhares de outras, e nelas devem existir milhões de planetas semelhantes ou até iguais a Terra. Então por que só a Terra, uma partícula, se comparada com o universo, haveria de ter vida? Esse é um tema que ainda nos dias de hoje levanta discussões, por ser intrigante, cada um tem sua opinião sobre esse tema. Alguns acreditam, outros não, agora só nos resta esperar. Se eles existirem que sejam pacíficos e não agressivos. E que venham para ajudar a raça humana, antes que ela destrua nosso Planeta e arruíne todo o Sistema Solar.

    Beijussss, Nivia!

    Talita – UNISANTOS – Santos – SP.

    ResponderExcluir
  5. Ôi Nivia, você acertou em cheio com essa crônica "Será que estamos sozinhos"? Todo ser humano adora saber mais sobre a existência ou não de seres extraterrestres. Eu já li muitos livros sobre o assunto, inclusive esse que você cita, "Eram os deuses astronautas", de Erich Von Däniken.

    Falando sobre visitantes de outros planetas, na Bíblia encontramos várias passagens escritas falando claramente em extraterrestres vindos a Terra com grandes naves, ou como queiram OVNIs. Como o povo daquela época era atrasado, pensaram que aqueles seres vindos dos céus, seriam deuses. Se não me engano, Enoque é citado na Bíblia, num trecho que diz que um enorme carro de fogo desceu do céu sob a vista de milhares e levou o servo de Deus.

    Tem mais ainda... Os dez mandamentos. Moisés foi chamado por Deus para subir a montanha e lá ele viu quando ele, com um dedo de fogo, escreveu numa pedra os dez ensinamentos para que Moisés levasse ao povo. Hoje em dia certamente todos nós saberíamos que esse ser de outro planeta escreveu os dez mandamentos usando uma pistola de raio laser, nada mais que isso.

    Até cruzamentos com mulheres aqui da Terra, de acordo com alguns livros que já li, eles, (os deuses) praticaram. Tendo conhecimento de medicina muito avançada até mesmo para os dias de hoje, curaram muitos daquele povo (realizando os tão falados milagres). Sem falar das muitas lendas, de outros povos, de outros continentes. Não, não estamos sós neste universo, é só pesquisar…

    Beijos,

    Andressa - Cásper Líbero - SP.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde jornalista Nivia Andres!
    Acredito que a humanidade ainda não está preparada para algo tão grande, mas tenho esperança de que algum dia nós nos desenvolveremos o bastante para adquirir paz e um ambiente de harmonia com outro tipo de vida (qualquer um,inclusive animais da terra). Meu sonho seria manter contato com outras espécies, seres extraterrestres e com eles adquirir conhecimento, porque creio que eles estão muito, mas muito mais avançados que nós terrestres.

    O grande erro da humanidade é pensar que os extraterrestres irão nos atacar. Se quisessem já teriam destruído nosso Planeta há muitos e muitos anos, mas isso não lhe interessa. Acredito que a preocupação deles com a destruição da Terra, pelas nossas mãos, é enorme, porque, caso isso ocorra, outros sistemas da galáxia serão profundamente afetados. Por isso nos visitam, certamente para vigiar nossos passos e impedir nosso fim.

    Abraços,

    Luiz Gustavo Bertolo - Ribeirão Preto - SP.

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde a todos!
    Estava lendo o relato do Edward sobre o casal que esteve praticamente ao lado de um OVNI e resolvi contar aqui o que aconteceu comigo e minha família. Isso faz uns 10 anos, quando voltávamos do litoral onde passamos as férias. Já bem perto de nossa cidade, mais ou menos 9 horas da noite, enxergamos uma luz muito forte por cima do nosso carro. Uma claridade gigantesca que nos permitia ver a estrada em grande dimensão. As crianças gritando assustadas na carroceria da caminhonete pedindo para meu marido correr. Apavorados com aquela luz e percebendo que sobre o carro um objeto estranho sobrevoava, Marcelo, meu marido, pisava fundo o quanto o veiculo aguentava. Nada adiantava, quanto mais ele corria, mais perto o objeto chegava e nos dava a impressão que iria nos sugar ou nos jogar para bem longe. A claridade tomava conta de toda a estrada e das árvores ao redor. Dava para perceber a copa das arvores baixarem como se fossem atingidas por uma grande ventania. Esse avião, ou nave ou sei lá o que fosse, parecia que queria baixar sobre o carro. A estrada estava horrivel para trafegar e meu esposo fazia malabarismo para se livrar dos buracos e correr pra escaparmos daquela coisa inexplicável. O medo era muito, mas encontrávamos forças para gritar e pedir que meu marido corresse mais ainda, como se isso fosse adiantar alguma coisa. foram os 30 quilômetros mais longos da minha vida. Quando já avistávamos as luzes da periferia da cidade, o clarão foi ficando para trás, desaparecendo, e assim conseguimos chegar em casa são e salvos. Deus colocou a mão intercessora não permitindo que animais estivessem na estrada e nenhum veículo a nossa frente ou em sentido oposto, caso contrário, com certeza teriamos provocado um sério acidente. Agora, para o litoral, só pela BR, de preferência de dia.

    Obrigada!

    Lilian M. Cardoso - Campina Grande - Paraíba

    ResponderExcluir
  8. LUIZ ANTÔNIO DE QUEIROZsegunda-feira, 08 fevereiro, 2010

    Cara Nívea,

    Para crer não basta ver, mas compreender. A ciência já provou o quanto o planeta Terra é pequeno frente ao Universo. Com certeza não estamos sozinhos. A literatura espírita está farta de material informando sobre a vida em outros planetas, o que recomendo leitura. Cito alguns: A Gênese; Os Exilados de Capela. Existem planetas em estados evolutivos inferiores e superiores à Terra. Ficamos procurando matéria igual à nossa, mas a diversidade de matéria é tão grande que nossos instrumentos não captam. Imagine então quando falamos sobre inteligência...

    Luiz Antônio de Queiroz
    Franca-SP

    ResponderExcluir
  9. Prezado Professor João Paulo de Oliveira...
    Seu comentário acima me dá a oportunidade de falar um pouco de Claudeir Covo, um engenheiro que é hoje um dos ufólogos mais respeitados do Mundo. Claudeir é de Santo André, prezado Mestre e no começo de seus estudos, eu o entrevistei várias vezes. O Diário do Grande ABC publicou, com minha assinatura e com muitas fotos, várias edições espéciais sobre ufologia. Vou tentar ver se nosso querido Ademir Medici consegue resgatar algumas delas em seu arquivo histórico. Em uma dessas séries, Claudeir Covo mostrou fotos da presença de OVNIs durante o dia, Mestre, e não só a noite como o senhor citou em seu comentário.

    Para gozar da reputação de um dos maiores ufólogos do Brasil e do Mundo, Claudeir Covo jamais publicou fotos fajutas ou que deixavam dúvidas ser ou não um OVNI ou um extraterrestre. Passavam, todas elas, por uma série de aparelhos que detectavam ser ou não originais. O engraçado, Mestre, é que a maioria das aparições mostradas pelo Claudeir foram com o sol quente, mas nenhuma com um OVNI descendo, como o amigo queria, no Ibirapuera num dia de domingo. Muito menos no Morumbi, durante uma decisão do Campeonato Brasileiro. ET que se preza não fica se exibindo, claro!

    É bem possível que meu bom amigo tenha se espelhado nos dois relatos de hoje aqui no blog. Um, feito por mim, contado por esse casal de adventistas, lúcidos e confiáveis. Mesmo esse relato, ao anoitecer, Mestre, não tem como o casal confundir um OVNI com fenômenos da natureza. Veja bem, enxergaram ao lado deles um aparelho voador multicolorido que sugava água de um lago. Janelas coloridas e todo um zunido especial que nunca tinham ouvido antes. O carro em que estavm parou e não dava mais partida, só o fazendo quando esse objeto, depois de algumas evoluções, partiu. E secou uma lagoa, Mestre... Qual seria um fenômeno da natureza que poderia se assemelhar com o descrito por eles? Saberia me dizer, caro amigo?

    Ainda volto para contar mais sobre Claudeir Covo durante esta postagem da Nivia... Agora para a caminhada, se me pegam por aqui, estou frito! Nivia, já disse e repito. Ótimo texto e um grande assunto, parabéns também pela postagem muito bonita .
    Um forte abraço Mestre João Paulo. Também a todos os amigos (as) do blog...

    Edward de Souza

    ResponderExcluir
  10. ANA CÉLIA DE FREITAS.segunda-feira, 08 fevereiro, 2010

    Olá querida Nívia.
    Belíssima e instigante crônica.
    Acredito que não estamos sozinhos,há grandes evidências, mas confesso que quando criança e ouvia sobre tal assunto ficava morrendo de medo.
    Gostei das sugestões do Luiz Antônio de Queiroz.
    Parabéns a Nívia, e como sempre deu um show.
    Abraçosssssssssss.
    ANA CÉLIA DE FREITAS.

    ResponderExcluir
  11. ...E todo o monte Sinai fumegava, porque o SENHOR descera sobre ele em fogo; e a sua fumaça subiu como fumaça de uma fornalha, e todo o monte tremia grandemente. E o sonido da buzina ia crescendo cada vez mais; Moisés falava, e Deus lhe respondia em voz alta. E, descendo o SENHOR sobre o monte Sinai, sobre o cume do monte, chamou o SENHOR a Moisés; e Moisés subiu. “Êxodo 19: 18.
    Moisés subiu aonde, eu pergunto?
    Assim, pois, viam os filhos de Israel o rosto de Moisés, e que resplandecia a pele do seu rosto; e tornava Moisés a pôr o véu sobre o seu rosto, até entrar para falar com ele. Êxodo 34:35.
    Moisés entrou em que? Saberiam a resposta?

    Abçs,

    Ruth Pires Amêndola - Franca - SP.

    ResponderExcluir
  12. Ôi Nivia, um recadinho a todos que participam com comentários dessa sua brilhante crônica de hoje:
    Deus é extra-terrestre, lembrem-se!

    Beijos,

    Renata - Metodista - SBC

    ResponderExcluir
  13. Amigos do blog de ouro bôa noite.

    Nivia Andres, parabéns pelo seu artigo de hoje.Muito se tem falado e especulado sôbre alienigenas.No meu ponto de vista, creio SIM que não estamos sós no univérso,pois não teria sentido nenhum,Deus criar o Mundo sómente com um planeta habitavel. Acredito em fatos relatados e comprovados e que o mistério seria esse mesmo, nós os humanos terrestes,NÃO poderiamos vêr e nem manter contatos com outros seres e vice vérsa,pois não consta na vasta biografia a respeito de E Ts, que alguem tenha VISTO e MANTIDO contato COMPROVADAMENTE com seres de outros planetas. Existem fótos de naves eapaciais de vária fórmas,porém a fóto de seus ocupantes ninguem conseguiu até hoje.
    Mas falando em EXTRA TERRESTES, ha aqui em nósso meio um sêr de outro planeta,comprovado e visto por todos e em todas as partes do Mundo,refiro-me ao ET LULA, mais conhecido como MOLUSCO, que só póde ter chegado a terra a bordo de uma nave espacial,mas depois que provou um góle da "marvada" ficou entre nós e nunca mais retornará a seu Planeta de origem (infelizmente)

    Abraços a todos amigos de "nosso" blog, e tenham uma ótima semana.

    Admir Morgado
    Praia Grande SP

    ResponderExcluir
  14. Boa noite a todos!
    Os nonilhões de anos-luz do espaço sideral inegavelmente não são frutos de um acaso da coincidência. Existe um Régio Mentor e Criador do Universo. E para algum propósito esta imensidão existe, portanto, não consigo negar a existência de outras civilizações no passado, presente ou futuro. Contudo penso haver outras possibilidades mais razoáveis para a imensidão do cosmos, o que não dá pra dissertar aqui.

    Com relação aos “contactos imediatos” com OVNIS (sinto muito em desapontá-los ) tais experiências podem ser vivenciadas por qualquer “Zé ruela” que quiser, em qualquer pampeiro de Umbanda, Quimbanda, Candomblé e até Magia Negra. Seja o Vodu do Haiti, ou Xangô de Pernambuco, ou Pajelança da Amazônia, ou Catimbó, ou Espiritismo Culto como o Kardecismo. Todos estes logram experiências transcendentais. E mesmo discordando de todos eles, uma coisa não posso ( e ninguém pode) negar, a existência deste mundo espiritual.

    Estas entidades brincam com a ingenuidade dos cidadãos da Terra. Digo por experiência própria: Não dê crédito a estes pseudo contatos OVNIs, mesmo que falem de coisas boas, louváveis e caridosas. Na verdade, vieram para confundir e levar ao erro. Em outras palavras, as experiências alegadas não passam de ocultismo, demonismo e falso espiritualismo. Não caia nesta estória de desenvolver a sua mediunidade, pois aí sim você vai viajar feio. Desculpe-me por citar religiões, respeito a liberdade de todos. Permitam-me expressar minha liberdade também.

    Obrigado!

    Augusto Freitas Vaz – Campinas – SP.

    ResponderExcluir
  15. Olá Amigos

    Pegando carona nos comentários aqui postados, todos como opiniões mais ou menos parecidas com vieses diferenciados vou me ater ao de Luiz Antonio Queiroz e outros que mencionaram a bíblia dizendo que O Evangelho (Segundo Testamento da Bíblia), diz o seguinte: “Há muitas moradas na casa de meu Pai”. Como entender isso? Será que no céu existem muitos prédios como as moradias populares existentes aqui na terra para os preferidos (segundo algumas religiões). Ou é a infinidade de planetas existentes no Universo que está sempre em expansão?
    O Universo é vivo e é vida. A humanidade aqui na terra está ainda em gatinhando. Galáxias milhões de vez maior do que a nossa com milhões e de sóis igual ao nosso iluminando sistemas planetários! E há pessoas ou organizações que pensam que somos os únicos!
    Também conheci uma pessoa que passou por experiência análoga as aqui relatadas e ela foi intensamente interrogada pelos militares. Não foi internada em hospital psiquiátrico e continuou sua vida normalmente.
    Recomendo a leitura do artigo “UFOLOGIA, PSICOLOGIA E ESPIRITISMO”, autoria de Eliseu F. da Mota Júnior, promotor público aposentado e vice-reitor de uma universidade e residente em Franca-SP.
    O artigo pode ser acessado através do site abaixo ou pelo título “UFOLOFIA E ESPIRITISMO”
    http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/pluralidade/ufologia.html

    Um abraço a todos

    Paz. Muita Paz.

    J. Morgado

    Em tempo: Parabéns Nivia pelo palpitante assunto.

    ResponderExcluir
  16. Meu caro amigo-irmão J. Morgado!
    O mundo é mesmo pequeno. Há quanto nos conhecemos... Trabalhamos juntos no Diário do Grande ABC na década de 70, nos reencontramos quando os amigos desse jornal do ABC lançaram um blog e ali trocávamos idéia. O blog não vingou, veio esse nosso e nos juntamos. Depois disso tive a oportunidade de abraçá-lo pessoalmente, ao lado de sua esposa, Dona Maria, trocamos e-mails e telefonemas constantemente e somente hoje, dia 9 de fevereiro de 2010, fico sabendo que você conhece o Promotor Eliseu da Mota Júnior, ou pelo menos sua obra.

    Olha, meu irmão, Eliseu eu o conheço com menos de dois anos de idade. Era também minha idade nos anos 50, quando éramos vizinhos. Sua mãe, Dona Luzia e seu pai conhecido na cidade como "Deco", moravam numa rua central de Franca, cinco casas antes da residência de meus pais. Eliseu venceu na vida com muito esforço, casou-se tornou-se um Promotor Público de respeito, vereador atuante em Franca e teve alguns dissabores na vida, como a perda de um filho pequeno em acidente. Mas, continuou firme e fico agora sabendo que escreveu o livro “UFOLOGIA, PSICOLOGIA E ESPIRITISMO”, que vou comprar e pedir ao meu velho amigo que o autografe. Êta mundo pequeno esse!

    Abraços Morgado, Nivia e amigos do blog. Continuem comentando, o assunto permanece hoje, sugestão que dei e que a Nivia aceitou, porque foi postado tardiamente ontem e muitos (as) ainda não leram e nem comentaram, caso do J. Morgado que fez isso hoje. Vamos ter uma semana com muitos bons artigos, como a série do Garcia Netto, conto de carnaval de Guido Fidelis, uma crônica minha sobre os velhos carnavais, além de outros...

    Um forte abraço a todos...

    Edward de Souza

    ResponderExcluir
  17. Bom dia Nivia e Edward!
    Por mais que as pessoas tentem ignorar o assunto, tratado neste blog com extremo profissionalismo pela Nivia, o mistério que o cerca desperta curiosidade em todos nós. Já observei que os jornais e revistas, quando tocam nesse assunto, conseguem atingir leitores de todas as classes sociais. Vejam o caso do ET de Varginha que até hoje ainda faz sucesso e aumentou, na época, o pico de audiência de muitas emissoras de TV... E serviu para incrementar o turismo naquela cidade, hoje conhecida no mundo.

    Sensacionalismo a parte, eu acredito na existência de vida inteligente em outros planetas e muitas são as provas, inclusive bíblicas, em que podemos nos basear, além de livros sérios sobre o assunto que podem servir de consultas, o J. Morgado acabou de indicar um, por sinal, escrito por um amigo do Edward, de acordo com seu comentário. Testemunhos importantes de pessoas idôneas comprovam que não estamos sós no Universo. Pilotos de aviões e um dos que mais chamaram minha atenção, dos três primeiros astronautas que foram a lua. Apesar de nunca contarem o que realmente viram quando dessa inesquecível viagem, a atitude deles, convertendo-se e passando a acreditar em Deus, mostra que viram algo de grandioso nessa ida à lua. Um deles hoje é pastor de uma igreja.

    Eu nunca vi nada de estranho, mas admiro as pessoas que tiveram os chamados contatos extraterrestres e conseguem dar seu depoimento em público. Muitos deles impressionantes. Sabe Nivia e Edward, acredito que nesse mundo existem centenas de pessoas que poderiam dar depoimentos sobre a existência de OVNIs que sobrevoam nosso planeta, mas não o fazem com medo de cairem no descrédito popular, taxados de mentirosos e enganadores.

    Essa passagem bíblica citada pelo J. Morgado diz tudo: “Há muitas moradas na casa de meu Pai”. Claro está que Jesus estava se referindo a outros planetas habitados, não resta dúvida.

    Um beijo Nivia e parabéns, muito bom assunto esse tratado no blog!

    Liliana Diniz - FUABC - Santo André

    ResponderExcluir
  18. Nivia, bom dia!
    Recentemente li uma entrevista com um dos maiores astrônomos brasileiros, Ronaldo Rogério de Freitas Mourão. Para ele, a existência de vida fora da Terra, seja em outros sistemas ou mesmo no solar, é uma coisa muito provável, pois só na via Láctea existem 200 bilhões de estrelas, sendo a maioria delas com sistemas planetários. Mourão diz que é impossível que não tenha outras formas de vida.

    O astrônomo explica: "existe vida até nos oceanos, em profundidades onde a luz não chega e os seres criam condições químicas próprias para fornecer uma luz, o que mostra que a diversidade biológica é muito grande. Acredito que a vida se desenvolva quando as condições são favoráveis para isto”, finaliza Mourão.

    Mas o astrônomo acredita que seres inteligentes como os humanos, só se o planeta for estável e permitir uma evolução mais prolongada. Com essa observação, descarta, creio, a existência de seres superiores a nós. Pelo menos eu entendi assim. Não sei o que pensam os leitores do blog. Eu tenho minhas dúvidas, até porque, muitos falam em provas da existência de vida extraterrestre, mas ninguém ainda fotografou ou filmou um ser de outro planeta e mostrou, apenas OVNIs, objetos voadores, cujo complemento da sigla é, não identificados, podendo muito bem ser uma fenômeno da natureza.

    Beijos,

    Bruna - Universidade Federal de Juiz de Fora/MG

    ResponderExcluir
  19. Parabéns pelo texto, Nivia!
    Gostaria de reforçar o comentário feito pela Dra. Liliana aqui no blog. Ela citou o testemunho dos astronautas que foram à lua como prova inconteste da existência de seres extraterrestres entre nós. Recortei o artigo que publico agora na íntegra, retirado da revista "Ufos" e gostaria de lessem com atenção:

    Um dos astronautas da missão Apollo 14 garante que já houve contactos com seres extraterrestres, mas foram "ocultados" pela NASA. Edgar Mitchell não é o primeiro astronauta a garantir ter existido contacto entre seres humanos e extraterrestres. Também Gordon Cooper do programa Gemini da NASA chegou a afirmar ter tido vários contactos com seres.

    Recentemente, o homem que detém o recorde do maior número de horas a caminhar na Lua voltou a referir-se a este assunto e revelou fatos surpreendentes, dando garantias de que "Eles" andam aí.

    Edgar Mitchell, de 77 anos, afirmou ter sido testemunha de relatos de várias fontes próximas da NASA que houve vários contatos com extraterrestres e que estes se assemelham ao famoso ET do grande ecrã, imortalizado por Steven Spielberg.

    A nossa tecnologia "não é tão sofisticada como a deles", se fossem "hostis há muito que teríamos desaparecido", defendeu.

    O veterano da NASA descreveu os ET's como "seres pequenos" que "nos observam de uma forma estranha". Na entrevista, Mitchell refere que seres de outro planeta visitam a Terra há mais de 60 anos e a agência espacial norte-americana sabe isso. Porém, sustentou, a NASA decidiu ocultar os fatos.

    Mitchell assegura ter sido testemunha do avistamento de vários ovnis na Terra ao longo da sua carreira como astronauta, mas todas essas experiências foram encobertas pela agência espacial.

    De relembrar que existem relatos que, durante a histórica missão Apollo 11 (que levou à superfície lunar Armstrong e Aldrin) terá existido um avistamento de uma peça metálica de origem desconhecida.

    Reagindo às declarações do veterano da casa, a NASA responde: "O Dr. Mitchell é um grande americano, mas não partilhamos das suas opiniões sobre esta questão". A agência "não participa em qualquer tipo de encobrimento sobre vida extraterrestre neste planeta nem em qualquer outro ponto do Universo".

    Abraços a todos,

    Eurípedes Sampaio - Jundiaí - SP.

    ResponderExcluir
  20. A humanidade durante séculos relegou à mito tudo aquilo que seus antepasados acreditavam cegamente. Impérios precisaram ser derrubados por julgarem Deuses como mitos ou simples "estórias".
    Mulheres foram queimadas e massacradas por acreditarem na existência de uma divindade feminina. Aviões foram jogados contra torres por uma disputa político-religiosa.
    Creio em existência de vida inteligente fora da terra; Mas sou humano, limitado e posso me enganar.

    Quem sabe...

    Ariovaldo Torres Silva - Penápolis-SP.

    ResponderExcluir
  21. É aquela velha história, Nivia: É muita pretensão pensar que a vida inteligente só teve condições de surgir no planeta Terra. Uma galáxia representa uma área minúscula, comparada ao universo inteiro, e mesmo assim ainda não conhecemos tudo o que existe na Via Láctea.

    Eu acredito que organismos racionais como nós existam em outras regiões do universo, mas essa história de discos voadores, aliens cabeçudos, humanóides, pra mim não passa de lorota, tudo coisa de filme de ficção científica. E essas fotos e vídeos que a mídia divulga: todos truques baratos.

    Também é pretensão achar que extraterrestres tem forma humanóide... Podem ter formas e fisionomias completamente diferentes das nossas.

    Beijinhos,

    Daniela - Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  22. Ôi Nivia, tudo bem?
    Sabe, eu acredito que nesse exato momento, em outro lugar do Universo tem outra pessoa se fazendo a mesma pergunta... Alguns fazendo relatos de criaturas de 2 pernas, 2 braços, com mais ou menos 1,80 de altura, a maioria com dez dedos, outros poucos com nove, que destroem a si mesmos por motivos estúpidos, e destroem os outros pra mostrar sua superioridade...

    Beijussss

    Maria Paula - Metodista - SBC.

    ResponderExcluir
  23. Olá Nivia, tudo legal com vc?
    Acho bem possível a existência de extraterrestres. Eu mesma já vi objetos estranhos no céu. Mas, tenho a impressão que o Oswaldo Lavrado, com seu potente binóculo no alto do décimo altar, em frente a nossa metodista, já deve ter visto muitos outros OVNIs, principalmente durante a madrugada. Basta ele vir ao blog e confessar..........

    Beijus, adorei essa postagem!!!

    Cindy (São Caetano) - Metodista - SBC.

    ResponderExcluir
  24. Nivia, eu acredito em ETs, e acho que é muita ignorância achar que estamos sozinhos nesse infinito e incrível Universo... Pena que por enquanto nenhuma civilização alienígena quis perder seu tempo precioso com a Terra... Pelo menos, por enquanto...


    Beijinhos

    Talita - UNISANTOS - Santos - SP.

    ResponderExcluir
  25. Boa tarde Nivia e Edward!
    Mesmo que se pensasse na possibilidade de vida em algum lugar do universo, uma visita de extraterrestres à Terra, como alguns afirmam acontecer, parece completamente impraticável, se não impossível. As distâncias são enormes. A estrela mais próxima da Terra, Próxima-Centauri, encontra-se a 40,7 milhões de quilômetros de distância. Considerando que a nave Apollo levou três dias para chegar à Lua, se viajasse à mesma velocidade ela levaria 870 mil anos para chegar a Próxima Centauri.

    Se fosse possível acelerar uma nave espacial a uma velocidade de um décimo da velocidade da luz, a viagem levaria 43 anos. Todavia nenhum ser vivo suportaria uma tal aceleração inicial. Além do mais, para se chegar a uma aceleração assim, seria necessário um volume de energia equivalente ao consumo de eletricidade do mundo inteiro durante um mês. Você consegue imaginar quanto combustível teria que levar? E é preciso prever que tal nave precisaria desacelerar, ou frear, quando chegasse ao seu destino, o que consumiria igual quantidade de combustível, isto sem que houvesse paradas durante a viagem.

    Um outro problema é que o espaço não é vazio. Existem cerca de 100 mil partículas de poeira por quilômetro cúbico de espaço, e uma colisão com uma partícula assim, na tremenda velocidade de que estamos falando, seria suficiente para destruir a nave espacial.

    Acontece que existe uma outra esfera no Universo onde há seres vivos. Estou me referindo aos anjos. Entre eles há os que se rebelaram contra Deus, chamados demônios, os quais são liderados por Satanás ou Lúcifer. Há alguns milênios que Satanás vem adquirindo experiência em enganar os seres humanos e provavelmente é ele o ser "extraterrestre" que está por detrás das aparições de OVNIs que costumamos ver no noticiário. A melhor maneira de não sermos enganados pelas artimanhas de Satanás é crendo na Palavra de Deus. É nosso único guia seguro.

    Padre Euvideo

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde Nivia.
    Responder a essa indagação sua, "será que estamos sozinhos" é o mesmo que responder por que o cachorro late e o gato mia. Mas eu fico com a probalidade de que existam outras formas de vida nessa gigantesca galáxia que não tem fim definido. E as outras formas de vida provavelmente são diferentes das nossas, semelhantes talvez por possuir uma forma de se comunicarem... Isso é meu conceito... Mas como nada foi provado até hoje, pode perfeitamente ser considerado loucura!

    Beijos

    Giovanna - PUC - São Paulo - SP.

    ResponderExcluir
  27. Nivia, quanto à possibilidade de existir algum tipo de vida no restante do Universo ela é matematicamente factível e provável. Agora quanto ao tipo de vida é outra história. Para além desta questão podemos fazer outras reflexões: estamos procurando vida inteligente fora da Terra, certo? Mas qual seria o conceito adequado para "vida inteligente"? As abelhas e formigas tem um sistema social impressionante e podem ser consideradas vida inteligente...

    Nós, humanos, somos vida inteligente? Como perguntou Armstrong a Aldrin quando olharam para Terra a partir da Lua: Será que é habitada?

    Outras vidas supostamente inteligentes desejariam contato direto conosco, depois da forma como tratamos uns aos outros e ao planeta? Ou seríamos apenas monitorados como uma ameaça a ser confinada?

    Eu tive um experiência meio estranha com respeito ao assunto, não sei se propriamente um avistamento ou abdução, me lembro de tê-la contado apenas para meus pais. Não pretendo contá-la aqui, me desculpem, porque normalmente ninguém leva a sério e ainda acabam tirando o sarro da gente. Acho também que há uma aura de superstição e certo misticismo que envolve a questão, impedindo que seja estudada cientificamente.

    ET: Já estive no blog da Nivia e deixei um outro comentário sobre esse assunto.

    Bjos,

    Gabriela - Cásper Líbero - SP.

    ResponderExcluir
  28. Olá, amigos e amigas!

    Esta é, realmente, uma boa discussão, quando as pessoas participam, manifestam sua opinião e contam suas experiências, quando querem e podem, é claro.

    A existência de vida extraterrestre parece ser um ponto de concordância da maioria. Só não sabemos a forma e o nível de inteligência. Esse é o mistério que circunda a questão e a torna tão fascinante.

    Fiquei curiosa em conhecer as experiências do ufólogo Claudeir Coivo, amigo do Edward. Ele deve ter muito a contar.Se o Edward conseguir recuperar as entrevistas e matérias que fez com ele há alguns anos, seria interessante reuni-las num texto, aqui no blog.

    Seria a palavra de uma pessoa confiável. E também o pensamento do Dr. Eliseu da Mota Junior, igualmente amigo ddo Edward. Seriam duas vozes notáveis a nos relatar suas experiências e convicções. Aguardemos.

    Um abraço a todos. Agradeço a participação e os gentis comentários.

    ResponderExcluir
  29. Ôi pessoal, na nossa galáxia, onde a maioria dos planetas são gasosos, o único que poderia ter vida seria marte, mas já foi descartada essa possibilidade, através de fotos e resíduos. Acho impossivel que o homem consiga provar que existe vida em outras galáxias, muito menos chegar até elas. Para haver vida em algum planeta seria necessário os três elementos básicos: água, carbono, e alguma forma de energia. Até o momento em nenhum dos planetas pesquisados foi encontrada água, pra se pensar em alguma forma de vida. A não ser que eles venham do fundo do mar... Enquanto pesquisam no alto, eles vivem nas profundezas do Oceano... Quantos OVNIs foram visto descendo no mar? Milhares, a maioria chamados de fenômenos.

    Beijinhos,

    Pâmela - PUC - São Paulo

    ResponderExcluir
  30. LUIZ ANTÔNIO DE QUEIROZterça-feira, 09 fevereiro, 2010

    Caros amigos,

    A discussão, em parte, ficou circunscrita a visita de habitantes de outros planetas à Terra. A questão é se existe ou não vida inteligente em outros planetas. Já a presença de extra-terrestres em nosso meio é uma outra história. A comunicação se dá de forma espiritual e não material. Para o Espírito (inteligência presente no Universo), não há obstáculo e nem distância, quando já alcançou uma evolução compatível para tal intento. Veja que, mesmo com toda a evolução material que já conquistamos, conseguimos apenas dar um pequeno passo, e chegar à lua, que fica ao nosso lado. Portanto a presença de seres de outros planetas, quando vem em missão, se dá por via espiritual e não material. Quando em via material, encarnam no nosso meio. Uns mais superiores, para nos ajudar a evoluir. Outros, mais inferiores, para aprender conosco e serem ajudados na sua evolução. Muitos deles não conseguem se adaptar e acabam criando problemas para a sociedade. Outros ainda são degredados de planetas que estão em processo de transição para um mundo melhor e por estarem criando conflitos e desajustes sociais, são imigrados para outros planetas. A Terra recebe inteligências com essas características. Como estamos também em processo de transição de mundo de provas e expiações - onde o mal ainda predomina -, para mundo de regeneração - onde o bem é predominante -, muitos espíritos estão sendo transferidos para outros planetas.
    A Terra, em determinado momento de sua história recebeu uma leva grande de espíritos muito mais inteligentes do que aqueles que viviam no planeta. Vieram degredados do sistema de Capela. Esta estrela, de primeira grandeza, fica na Constelação de Cocheiro, a 45 anos luz da Terra. Um planeta, do sistema de Capela, muito parecido com a Terra estava em processo de ascenção e alguns ainda resistiam ao mal. Foram conduzidos ao planeta Terra, aob o comando de Jesus, com a finalidade de aprender a humildade, a caridade e ao mesmo tempo ajudar na evolução do planeta Terra. E depois retornar. Alguns ainda estão no nosso meio. Quando Jesus diz: "haverá choro e ranger de dentes", informa o que nos aguarda se permanecermos no mal. Imagine ter que encarnar em um planeta em estado primitivo? Onde a civilização é quase nula. Onde as disputas são intensas. Onde não há luz elétrica, carro, ar-condicionado, o computador, a internet, a tv, habitações confortáveis, o telefone, os aparelhos da medicina e tantas outras máquinas para facilitar a nossa vida? Imagino que se encarnar num planeta assim chorarei muito e rangerei meus dentes, pois conhecia, intuitivamente coisas boas, e agora estou sofrendo. É marcante o culto à morte por esses povos. Veja os egípios, por exemplo. Queriam voltar da melhor forma possível à origem. A raça adâmica, por exemplo marca o fato, relatados na própria Bíblia, de forma alegórica e poética. Outros povos marcaram a sua presença, como os egípicios, os romanos, os gregos, os incas, maias e astecas. Até hoje não entendemos como pôde esses povos ter conseguido tantos feitos com poucos recursos. Tudo é solidário no Universo. Tudo tem uma razão de ser, e a ciência conseguirá responder a todas as nossas indagações. Como ainda não conseguiu, alguns seres superiores a nós, revelaram algumas pontos gerais, e compete a nós buscarmos a verdade através da ciência. Um desses seres foi Jesus Cristo, que não pode falar tudo, pois as inteligências na época não estavam preparadas para receber todas as informações. Por isso falava por parábolas. De qualquer forma estamos caminhando rumo à luz.
    Além dos livros sugeridos no meu primeiro comentário sugiro também a leitura do livro "A Caminho da Luz", do Espírito Emmanuel, psicografia de Chico Xavier.

    Abraço Fraterno a todos.

    Luiz Antônio de Queiroz
    Franca-SP

    ResponderExcluir
  31. Cara Nivia

    Andei trabalhando muito, viagens, cuidando de saúde na família, quase fui parar em Angola, mas eis-me aqui de nôvo.
    A respeito deste assunto , que aguça a curiosidade nata do ser humano, já foi exposta claramente na impossibilidade física de viagens interestelares devido as enormes distâncias. Sò poderá ser feita espiritualmente pois seria uma apresentação possível da energia que se deslocaria numa forma da velocidade da luz. A Bíblia fala que Jesus é a luz do mundo. Na verdade mesmo que descubram vida em outros lugares, a presença de Deus não será modificada em seu entendimento por conta disto, pois a essência de Deus é a eternidade e a possibilidade de vivermos outra vez em corpos novos, isto é, vivificados. Deus conhece nosso DNA e nossa reconstituição não será difícil. A passagem do vale dos ossos secos em Ezequiel mostra como Deus poderá reconstituir corpos a partir de fragmentos ou seja pelo DNA. É complicado falar de coisas que não sabemos ainda, mas sendo tudo criação de Deus aproverá a êste dar a conhecer ao homem este saber em tempo certo.Conforto-me com a expectativa de poder ganhar o céu sendo simples como as pombas. Pois não estarei vivo na ocasião destas futuras descobertas. Mas, quando jovem me deliciei bastante com a ufologia , os filmes e livros de ficção cientifica. De qualquer forma sua pesquisa foi excelente principalmente no que tange a explicação científica para o surgimento da vida segundo a visão cósmica apoiada pelo tempo. Muito bom mesmo seu trabalho e ratifico isto pois sua profissão está longe de tal conhecimento a não ser que fizesse uma boa pesquisa. Parabéns portanto!

    ResponderExcluir