quarta-feira, 16 de março de 2011

TERÇA-FEIRA, 15 DE MARÇO DE 2011

O assunto estaria batido e distante do contexto não fosse a maneira repetitiva, enfática, descabida, desonesta e hipócrita com que a TV brasileira catequiza grande parte do povo. A maioria das emissoras agrega competência, técnica, valores profissionais, equipamento e material que as insere entre as melhores do mundo, sem contestação. Todas, abertas ou fechadas, cada uma a sua maneira, quando se dispõe a realizar algo relevante são altamente eficazes e úteis à sociedade, porém não é assim que funciona.
.
A TV Globo, por exemplo, espalha constantemente em sua programação, textos que tentam induzir a população a acreditar que a empresa contribui com ações sociais e de cidadania e empurra, goela abaixo do povo, aberrações como o tal de BBB, que está em sua 11ª edição, e programas igualmente indigestos como as indefectíveis, nojentas, pegajosas e imorais novelas. Basta verificar com alguma atenção os jornais informativos da emissora carioca e notar que ela não noticia assunto que possa desnudar os escambos do Poder Central. A programação, de modo geral, gira em torno das próprias atrações globais com artistas da casa. Consta que no nefasto BBB a Globo fatura sobre o pobre telespectador que paga para ser ludibriado.
.
Um bando de alienígenas, acobertados pela mídia impressa, desfila em ambiente reservado e repleto de câmeras, inutilidade, ignorância, insinuações da estupidez de nível rasteiro, onde as práticas libidinosas deixariam corados Zéfiros, Pedro Malasartes ou um Calígula. O nível intelectual e cultural dos participantes (se algum deles tiver) fica camuflado e envolto na luxuria da mixórdia e do sexo sugerido como prática natural que alavanca audiência. Mostra, efetivamente, propósito de argolar incautos idiotas que aceitam e até endossam a embromação que enfeita um tipo de reality digno de pocilgas. Um exemplo. Acompanhei pelos jornais e revistas, neste último BBB, que a tal de Ariadna, travesti assumida, não teve tanta sorte na primeira semana. Antes de sair, revelou aos colegas de confinamento: "eu tenho orgulho de ser a primeira transexual do BBB”. Pois é...
.
As novelas, cujos autores parecem ser orientados a produzir as pencas folhetins que remetem excelentes atores e atrizes à promiscuidade, com insinuações de sexo escancarado, consumo de drogas e delitos execrados pela sociedade ordeira e que cultiva os bons costumes. Os roteiros, por sua vez, projetam fatos inverossímeis, falsos, contraditórios e igualmente danosos a cidadania. Nenhum mocinho é recompensado e nenhum vilão é condenado. Todos passam incólumes as infrações das leis ou nas ações mais solidárias. Isso coloca em um mesmo cesto ídolos e fãs.

Provavelmente, sem generalizar, o público que leva essas aberrações aos picos do Ibope é o mesmo, com certeza, que elege políticos inescrupulosos, popularescos, apoiados por uma súcia de mal letrados que sente prazer histérico em ser ludibriada. São adeptos do quanto pior, melhor. Se não bastasse, os programas policiais infestam a telinha e não contribuem, ao contrário, com o lazer, entretenimento ou cultura da população. Os números das pesquisas podem ser manipulados, mas refletem a qualidade do produto e o nível de quem consome. No mercado é assim que funciona. A Globo, por exemplo, e no caso, se ufana de inserir na tela, por auto-valorização, que os seus programas contribuem decisivamente para a prática da cidadania. Quem ousa contestar ?

Certamente os sinos não dobram para a hipocrisia, desserviço, engodo e massificação da televisão brasileira e muito menos aos que aplaudem e fortalecem, por inocência ou conluio, as mazelas televisivas, calcadas em BBBs, Fazendas ou realitys similares, igualmente escabrosos e inúteis à cultura racional. Ao contrário de lazer ou distração, esse tipo de programa, até prova diferenciada, é danoso e lesa incautos. Pobre de uma Nação cujo povo não distingue diferença entre a tênue claridade do candeeiro e o clarão da luz do saber.
___________________________________________
*Oswaldo Lavrado é jornalista/radialista radicado no Grande ABC
___________________________________________

28 comentários:

  1. Olá meu amigo Lavrado

    Bom dia

    O seu excelente artigo de hoje, cujo desfecho abaixo transcrito resume toda a educação cultural de nosso povo, mostra as idiotices que a mídia eletrônica e escrita também, promove com as altas verbas federais, estaduais, municipais e de grandes empresas cujo interesse e manter o povo em seu nefando curral.
    Eles não informam. Mantém com látegos invisíveis o rebanho imenso de consumistas compulsivos.
    Anoto mentalmente todos os dias erros cometidos pela mídia, quer seja de lugares, objetos, costumes...
    Dia destes assistindo a novela “Araguaia” (única novela que vejo), uma moradora local, em dois capítulos serviu dourado com farofa, prato típico da região, disse ela.
    Acontece que o dourado não vive na Bacia Amazônica (região do Araguaia) e sim na Platina.
    Há outros peixes muito mais saborosos do que o dourado. No caso, o matrinchã, o tucunaré, entre outros e que em nenhum momento foi mencionado nessa novela.
    Isso é apenas um exemplo. São muitos os erros que se cometem na televisão, nos jornais e revistas e, principalmente no cinema.

    “Pobre de uma Nação cujo povo não distingue diferença entre a tênue claridade do candeeiro e o clarão da luz do saber”.

    Um abraço

    Paz. Muita Paz.

    J. Morgado

    ResponderExcluir
  2. Excelente crônica!
    Mas a realidade é pior do que a televisão camufla com insinuações.
    Eu nos meus cinqüenta anos de idade, não assusto mais com os relatos que eu ouço a respeito da conduta sexual da mocidade, contada pelos jovens que tenho amizade.
    O que vemos na tela, é simplesmente uma realidade desequilibrada e “descabivel” manuseada por infinidade de homossexuais.
    A maioria esmagadora dos que promovem o desequilíbrio na televisão brasileira, é uma peste chamada de homossexualismo.
    Querem tornar real a falsa realidade que vivem desregradamente no mundo imaginário.
    Nós, “os que achamos normais”, pagamos o preço da indignação absoluta pelos atos insanos comumente projetados no inconsciente da turba ignóbil.

    Padre Euvideo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Oswaldo Lavrado, artigo oportuno!
    O Big Brother é um programa tão medíocre, tão idiotizante, tão bronco, que os altos índices de audiência servem de alerta sobre os rumos seguidos por nossa sociedade. O entretenimento vazio que alcança o seu auge no programa, faz com que se queime boas horas de vida, anestesia milhões de neurônios e tira qualquer possibilidade de se fazer algo de produtivo em benefício próprio. É uma autodepreciação sem tamanho e continuará contribuindo cada vez mais com um país desigual, mal educado, mal instruído, nivelado por baixo e dotado de um abismo social profundo.

    Parabéns pelo texto!

    Michelle - Florianópolis - SC

    ResponderExcluir
  4. Aplausos, Oswaldo Lavrado, bateu forte e com gosto nesta droga de Big Brother. Esse BBB só serve para deixar o pobre povo brasileiro cada vez mais alienado e abestalhado. Assistir esse programa sem graça nenhuma é o mesmo que entrar num zoologico, pegar uma cadeira e ficar sentado varios dias vendo os macacos comer bananas, fazer suas peripécias, necessidades fisiológicas, sexo e por aí afora. O BBB é o programa mais redículo que já vi na minha vida. Novelas nem comento, não assisto nenhuma...

    Abçs

    Juninho - SAMPA

    ResponderExcluir
  5. Pior, Oswaldo Lavrado, é saber que a Globo fatura milhões de reais em cada paredão, só com as ligações que recebe, fim do mundo. Jamais perdi meu tempo com esse tal BBB, simplesmente desligo a TV ou troco de canal, assim como não vejo qualquer outro reality show. Não servem para nada. Lamentável...

    Bjos

    Vanessa - Campinas - SP

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo texto. Alguém disse e eu repito: não sei se a vida imita a arte ou a arte é quem imita a vida. Abraços!

    ResponderExcluir
  7. É preciso que isso fique claro, Oswaldo Lavrado, esses realitys shows existem em qualquer lugar do mundo,(ocidental) foram criados na Inglaterra e incrementados nos EUA para o povão ralé e alienado. O que a Globo fez foi copiar esses lixos que fizeram sucesso no exterior e enfiar goela abaixo dos brasileiros. Para se ver que isso não é coisa de brasileiro. Até agora, neste blog, ninguém foi a favor destes realitys shows, ninguém disse que assiste, então pergunto: e o Ibope, que mostra picos altíssimos de audiência do BBB, está correto? Ou até a pesquisa está sendo encomendada? Essa a minha curiosidade. Se depender de mim, audiência zero!

    Bjos

    Gabriela

    ResponderExcluir
  8. Por isso hoje a internet é mais popular que a televisão, Oswaldo Lavrado! As emissoras de TV não investem em programas de qualidade! Visam apenas lucro. Quanto pior, melhor para eles, que enchem os bolsos com a grana dos otários. O ditado diz: "o que seria dos espertos não existissem os trouxas". Nossos políticos também se aproveitam dessa carência de cultura, se elegem com os votos dos ignorantes e nos roubam na maior cara de pau.

    Bjos

    Andressa - Cásper Líbero - SP

    ResponderExcluir
  9. Amigos do blog de ouro,boa tarde.
    Neste artigo de hoje o jornalista Oswaldo Lavrado,coloca a nú o que se passa em quase todos os canais de televisão,sendo que a campeã da pornografia quase explicita é a "GROBO",a qual com suas pornonovelas e quetais,incute na mente do povinho que habita este nósso país,as idéias da bicharada que escreve suas novélas,os quais desejavam que a realidade teria que ser assim em seu dia a dia.
    Quanto aos seus "iluminados"atores fazem questão de demonstrar em sua vida particular que é assim mesmo que o povinho vive.
    Trocam de marido/mulhér a cada seis meses sendo que élas (as artistas)lógo que engravidam vem a publico exibir suas barrigas para que todos saibam que éla já está grávida,só que ninguem pode assegurar quem é o pai,pois cada dia aparecem com um macho diferente !!
    Quanta besteira e quantos programas inuteis as tvs impingem a seus telespctadores.
    Quanto aos tais de BBBs,todas as mulheres que deles participaram,ao sair,a primeira coisa que fazem é faturar com revistas onde posam NUAS e os "homens" participantes vivem de aplicar o vélho truque de ter sido um "GROBAL" e tambem se dispõe a posar nus para revistas de GAYS e afins.
    Quanta desinformação este povinho recebe.
    Bem faço eu que após o advento da internet e haver conseguido adquirir um computador,NUNCA MAIS assisti televisão.Fico mais atualizado com o que se passa no Brasil e no mundo em tempo real,sem aguardar os noticiarios noturnos das tvs.
    Não perco meu tempo !!

    Abraços Oswado Lavrado e parabéns pelo artigo.
    Abraços aos demais amigos participantes do "nosso" blog

    (Praia feia hoje com chuva e frio)

    Admir Morgado
    Praia Grande SP

    ResponderExcluir
  10. Olá, Oswaldo Lavrado!
    A maioria que assiste o Big Brother normalmente sabe os nomes de todos os ocupantes da casa. Aplaude o vencedor, mas desconhece o nome de um escritor brasileiro. Como pode essa gente exigir que nossos políticos sejam honestos?

    Bj

    Priscila - Metodista - SBC

    ResponderExcluir
  11. Oi Oswaldo Lavrado, recentemente li uma crônica do Luiz Fernando Veríssimo sobre o Big Brother. Destaco este trecho: "Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa… Ir ao cinema, estudar, ouvir boa música, cuidar das flores e jardins, telefonar para um amigo, visitar os avós, pescar, brincar com as crianças, namorar, ou simplesmente dormir." Percebeu como opções não faltam? Basta escolher uma delas...

    Bj

    Anna Claudia – Uberaba - MG

    ResponderExcluir
  12. Eu não critico quem assiste esses realitys shows, Oswaldo Lavrado, mas nunca tive nenhum interesse. Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa do nível desse Big Brother. No mesmo horário em que esse programa é apresentado, sempre tem algo muito mais interessante para assistir. Perder tempo vendo uma dúzia de pessoas escovando os dentes, tomando banho e falando na maioria das vezes baboseiras, não me interessam de forma alguma. O nosso tempo é tudo… Até mesmo o que destinamos ao lazer e a distração devem ser de qualidade.

    Gostei da forma como escreveu esta crônica!

    Bjos

    Tânia Regina – Ribeirão Preto - SP

    ResponderExcluir
  13. Big Brother Brasil, um programa imbecil...

    Curtir o Pedro Bial
    E sentir tanta alegria
    É sinal de que você
    O mau-gosto aprecia
    Dá valor ao que é banal
    É preguiçoso mental
    E adora baixaria.

    Há muito tempo não vejo
    Um programa tão "fuleiro"
    Produzido pela Globo
    Visando Ibope e dinheiro
    Que além de alienar
    Vai por certo atrofiar
    A mente do brasileiro.

    Me refiro ao brasileiro
    Que está em formação
    E precisa evoluir
    Através da Educação
    Mas se torna um refém
    Iletrado, "zé-ninguém"
    Um escravo da ilusão.

    Em frente à televisão
    Lá está toda a família
    Longe da realidade
    Onde a bobagem fervilha
    Não sabendo essa gente
    Desprovida e inocente
    Desta enorme "armadilha".

    Cuidado, Pedro Bial
    Chega de esculhambação
    Respeite o trabalhador
    Dessa sofrida Nação
    Deixe de chamar de heróis
    Essas girls e esses boys
    Que têm cara de bundão.

    O seu pai e a sua mãe,
    Querido Pedro Bial,
    São verdadeiros heróis
    E merecem nosso aval
    Pois tiveram que lutar
    Pra manter e te educar
    Com esforço especial.

    Muitos já se sentem mal
    Com seu discurso vazio.
    Pessoas inteligentes
    Se enchem de calafrio
    Porque quando você fala
    A sua palavra é bala
    A ferir o nosso brio.

    Um país como o Brasil
    Carente de educação
    Precisa de gente grande
    Para dar boa lição
    Mas você na rede Globo
    Faz esse papel de bobo
    Enganando a Nação.

    Respeite, Pedro Bial
    Nosso povo brasileiro
    Que acorda de madrugada
    E trabalha o dia inteiro
    Dar muito duro, anda rouco
    Paga impostos, ganha pouco:
    Povo HERÓI, povo guerreiro.

    Enquanto a sociedade
    Neste momento atual
    Se preocupa com a crise
    Econômica e social
    Você precisa entender
    Que queremos aprender
    Algo sério – não banal.

    Esse programa da Globo
    Vem nos mostrar sem engano
    Que tudo que ali ocorre
    Parece um zoológico humano
    Onde impera a esperteza
    A malandragem, a baixeza:
    Um cenário sub-humano.

    A moral e a inteligência
    Não são mais valorizadas.
    Os “heróis” protagonizam
    Um mundo de palhaçadas
    Sem critério e sem ética
    Em que vaidade e estética
    São muito mais que louvadas.

    (Segue)...

    ResponderExcluir
  14. Não se vê força poética
    Nem projeto educativo.
    Um mar de vulgaridade
    Já tornou-se imperativo.
    O que se vê realmente
    É um programa deprimente
    Sem nenhum objetivo.

    Talvez haja objetivo
    “professor”, Pedro Bial
    O que vocês tão querendo
    É injetar o banal
    Deseducando o Brasil
    Nesse Big Brother vil
    De lavagem cerebral.

    Isso é um desserviço
    Mal exemplo à juventude
    Que precisa de esperança
    Educação e atitude
    Porém a mediocridade
    Unida à banalidade
    Faz com que ninguém estude.

    É grande o constrangimento
    De pessoas confinadas
    Num espaço luxuoso
    Curtindo todas baladas:
    Corpos “belos” na piscina
    A gastar adrenalina:
    Nesse mar de palhaçadas.

    Se a intenção da Globo
    É de nos “emburrecer”
    Deixando o povo demente
    Refém do seu poder:
    Pois saiba que a exceção
    (Amantes da educação)
    Vai contestar a valer.

    A você, Pedro Bial
    Um mercador da ilusão
    Junto a poderosa Globo
    Que conduz nossa Nação
    Eu lhe peço esse favor:
    Reflita no seu labor
    E escute seu coração.

    E vocês caros irmãos
    Que estão nessa cegueira
    Não façam mais ligações
    Apoiando essa besteira.
    Não deem sua grana à Globo
    Isso é papel de bobo:
    Fujam dessa baboseira.

    E quando chegar ao fim
    Desse Big Brother vil
    Que em nada contribui
    Para o povo varonil
    Ninguém vai sentir saudade:
    Quem lucra é a sociedade
    Do nosso querido Brasil.

    E saiba, caro leitor
    Que nós somos os culpados
    Porque sai do nosso bolso
    Esses milhões desejados
    Que são ligações diárias
    Bastante desnecessárias
    Pra esses desocupados.

    A loja do BBB
    Vendendo só porcaria
    Enganando muita gente
    Que logo se contagia
    Com tanta futilidade
    Um mar de vulgaridade
    Que nunca terá valia.

    Chega de vulgaridade
    E apelo sexual.
    Não somos só futebol,
    baixaria e carnaval.
    Queremos Educação
    E também evolução
    No mundo espiritual.

    Cadê a cidadania
    Dos nossos educadores
    Dos alunos, dos políticos
    Poetas, trabalhadores?
    Seremos sempre enganados
    e vamos ficar calados
    diante de enganadores?

    Reveja logo esse equívoco
    Reaja à força do mal…
    Eleve o seu coração
    Tomando uma decisão
    Ou então: siga, animal…

    Antonio Barreto - Salvador

    ResponderExcluir
  15. Boa noite, Oswaldo Lavrado!
    Na minha opinião, o BBB serve como a política do “pão e circo”, tão utilizada na velha Roma. A única diferença é que estamos em pleno século XXI, mas as intenções não mudaram.

    Inspiradíssimo o Senhor Antonio Barreto (rsrsrsrsrsrsrs).

    Carol - Metodista - SBC

    ResponderExcluir
  16. Olá Oswaldo Lavrado, o BBB e todas os demais programas desta linha, de péssima qualidade, deveriam ser banidos da televisão brasileira, pois representam um mau exemplo, cada vez mais influindo na educação de nossas crianças e jovens. E vou além: embora exibido em adiantada hora da noite, há milhares de crianças que estão sendo influenciadas pessimamente pelo BBB. Conheço várias, que acham que tudo que ali se faz é certo e correto. Seus pais irão entender isto muito tarde.

    Meus cumprimentos pelo texto!

    Larissa - Santo André - SP

    ResponderExcluir
  17. Oiê, amigos (as)...
    Obrigado a todos pelas manifestações, felizmente todas favoráveis, sem distinção. A hipocrisia, interesse financeiro dos produtores e a falta de letras de parte do povo, formam a ceva exigida para esse tipo de programa e como diz acima o Juninho, campeia no mundo todo. Um desastre.

    Abraço especial ao soteropolitano Antonio Barreto que da cativante Salvador desfila sua verve poética que abrilhanta ainda mais este espaço.

    Gratos a todos.

    Abraços,

    Oswaldo Lavrado - SBCampo

    ResponderExcluir
  18. Tento buscar respostas do por que esse Big Brother consegue fazer tanto sucesso em nosso país. Claro está, nenhum reality show faz o meu gênero de preferência, não assisto e concordo plenamente com você, Oswaldo Lavrado, quando cita a má influência sobre as pessoas, ou com aqueles que acham que tudo o que se passa ali são cenas e atitudes contra os princípios cristãos, e etc. Assim como também não assisto novelas da Globo, onde promovem a irresponsabilidade social, invertem os valores sociais e familiares, promovendo a traição, homossexualismo, golpes, assassinatos, velhacaria, culto ao dinheiro, enfim, tudo o que não presta e não acrescenta nada de bom ao ser humano e às pessoas de bem.

    Bjos

    Daniela – Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  19. Olá, Oswaldo.

    Fico feliz que tenha encontrado e apreciado meu humilde blog. Desculpe a demora em vir te visitar, mas estive meu off-line. Dei uma olhada rápida e seu blog parece bastante interessante. Voltarei aqui com certeza.

    Até breve.

    ResponderExcluir
  20. OIê, amigos (as)...

    Daniela: A TV, especialmente as exibidoras de novelas, seguem a cultura deste País e de seus governantes que, infelizmente, são colocados lá pelo "saber" de nós todos. Obrigado pelo comentário.
    Cecília:Esperamos você sempre. Volte, será um prazer.


    abraços
    Oswaldo Lavrado - SBCampo

    ResponderExcluir
  21. Parabéns Lavrado, ótimo artigo. Concordo também com a Ana Claudia lembrando que temos muito a fazer, como ler um bom livro. Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Meu Amigo
    Gostei desta crónica, verdadeira e actual! Poderia tirar os nomes das televisões brasileiras e colocar por cima o nome das nossas por aqui. O enredo, o conteúdo seria o mesmo!!
    Depois , espantam-se: como é possível?? Se a via mais rápida e cómoda para chegar a casa de cada um, explica tudo...o que pretendem??
    Um grande abraço.
    Graça (Portugal)

    ResponderExcluir
  23. Oiê, amigos (as)...
    Valeu Betinha, sempre presente;
    Graça: Não fica difícil entender o que certos meios de comunicação pretendem, aqui e acolá. Entre outras coisas, manipular seus seguidores como faz a maioria das seitas religiosas e partidos políticos. Isso basta.
    Obrigado pelp comentrário sobre nosso artigo e sucesso pra nossa "terrinha", já que me sinto um tanto lusitano, pois minha querida e saudosa mãe era de Trás-os-Montes (perdoe se a grafia não estiver correta).

    abraços
    Oswaldo Lavrado - SBCAmpo

    ResponderExcluir
  24. Prezado Oswaldo Lavrado, na semana passada recebí uma ligação da Net, oferecendo-me um plano interessante. Confesso-lhe que eu estava propenso a aceitar, até que o funcionário da Net, em alto e bom som, lascou sua oferta final: "se o senhor assinar o plano, estou lhe garantindo, gratuitamente, a liberação do canal onde está sendo exibido o Big Brother Brasil, 24 horas". Desisti na hora do plano e desliguei o telefone. Senti-me ofendido. Acredito que não será preciso eu explicar o motivo, claro.

    Meus cumprimentos pelo artigo.

    Um abraço

    Miguel Falamansa - Botucatu - SP

    ResponderExcluir
  25. "Te desejo Nesta Semana
    Paciência para as dificuldades
    Tolerância para as diferenças
    Benevolência para os equívocos
    Misericórdias para os erros
    Perdão para as ofensas
    Equilíbrios para os desejos
    Sensatez para as escolhas
    Sensibilidades para os olhos
    Delicadezas para as palavras
    Coragem para as provas
    Fé para as conquistas
    E amor para todas as ocasiões..."

    Bjos de boa semana.

    ResponderExcluir
  26. Selinho para vc..
    http://luzia-medeiros.blogspot.com/2011/03/um-subito-delirio.html

    ResponderExcluir
  27. Olá adorei teu blog, lindo mesmo. Parabéns. Fique a vontade para fazer uma visitinha ao nosso “Alto-falante” e seja mais um membro. Você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.
    Um grande abraço!

    Renato Douglas!

    ResponderExcluir
  28. Primeiramente, agradeço pelo carinho deixado em meu blog, estou a seguir-te também!

    Em relação a crônica, confesso ter sido a melhor que já li sobre o tema.. Palavras coerentes com uma desenvoltura inigualável! Simplesmente digno de uma salva de palmas! Parabéns!

    Abraço!

    ResponderExcluir